Da agência FAPESP de notícias: O uso da bioinformática no estudo de doenças complexas

De Karina Toledo, de Columbus (EUA) | Agência FAPESP

O uso da bioinformática no estudo de doenças complexas

Karina Toledo, de Columbus (EUA) | Agência FAPESP – Ferramentas de bioinformática têm sido usadas por pesquisadores da Universidade Federal do ABC (UFABC) e da Universidade de São Paulo (USP) para modelar redes de interação entre genes, desvendar relações funcionais e, dessa forma, identificar potenciais alvos para o tratamento de doenças complexas, como esquizofrenia, autismo e câncer.

Veja a noticia completa aqui: http://agencia.fapesp.br/o_uso_da_bioinformatica_no_estudo_de_doencas_complexas/22964/

Você pode gostar...