Método de Le Bail (MLB)

É parecido com o método de Rietveld, exceto que não precisamos da estrutura cristalina para fazer o refinamento. Ou seja, será realizado um ajuste do perfil de onde poderemos obter a intensidade integrada e as posições de todos os picos do difratograma, como se fosse o método de Rietveld. As intensidades integradas podem ser usadas para a determinação de estrutura, mas isso não será considerado nesse curso.

O MLB localiza os picos a partir dos parâmetros da cela unitária e do grupo espacial. Estabelece uma intensidade integrada inicial para todos os picos, e a partir daí faz o refinamento dos parâmetros do perfil, posições dos picos, background, enquanto a intensidade integrada vai sendo corrigida em cada ciclo de acordo com

onde yi,c é a intensidade calculada de cada ponto, yi,o é a intensidade observada do mesmo ponto, Ik(calc) é a intensidade intergada calculada da reflexão (hkl) e Ik(obs) é a intensidade integrada observada da reflexão (hkl). A somatória se dá sobre todos os pontos que definem o perfil.

Algumas referências  sobre o método:

Do próprio Le Bail:

 http://sdpd.univ-lemans.fr/iniref/lbmeth.html

http://www.cristal.org/DU-SDPD/iniref/lbm-story/index.html

email na lista de método de Rietveld: http://www.ccp14.ac.uk/solution/lebail/